Nasceu!

30 de março, passados 04 meses de pré-temporada, o Bahia encara o seu primeiro verdadeiro desafio em 2011. Depois de enfrentar os valentes times do interior baiano, heróicos sergipanos e uma inexpressiva equipe soteropolitana, chegou a hora de ficar frente a frente com um clube que, se não foi campeão nacional, pelo menos já disputou uma libertadores: o grande Payssandu!

Preparei minha coca geladinha, minha pringles super apimentada e me acomodei confortavelmente no sofá. Não deu pra ir à Belém, portanto restou  a transmissão da Globo. Quando o baba começou, ficou claro que o esquadrão de aço era muito superior. Na verdade, até o Atlético de Alagoinhas me pareceu superior à equipe paraense (não que isto seja um demérito, afinal, não é à toa que o Atlético reina sobre todas as equipes de Catu, Pojuca e região).

Nossos volantes estavam bem. Estou impressionado com a evolução de Helder. Parece que foi uma boa aposta da diretoria. Mas, Ramon, o nosso meia mais avançado, estava um pouco sumido. Aliás, não posso concordar com o seu novo penteado. Pra que, cortou, velho! As trancinhas ajudavam muito a sua identificação em campo, eram uma marca registrada. “Pô! Aquele Bob Marley joga pra caralhamba”! Agora não, é um cara comum. Precisamos aguardar que solte um passe no capricho pra ter certeza que é ele.

Sem a inspiração do ex-cabeludo, o  jogo seguia sem graça, até que no meio do primeiro tempo, o Payssandu resolveu nos ajudar. Confusão na área e o centroavante Mendes, filho do Sílvio, pediu para ser expulso ao agredir violentamente o nosso frágil e mirrado zagueiro Titi. Aquele brutamontes meteu a mão na cara do anoréxico beque, sem dó nem piedade! Tudo bem, não foi um soco, só um leve tapinha. Lembrou os nobres do século XVII, com suas luvas, desafiando uns aos outros para animados duelos, após o chá das cinco. Mas, o juizão não quis saber! Os duelos estão proibidos! Pro chuveiro!

Eu já pensava em como seria divertido ouvir os comentários dos sem estrela amanhã: grrrrrrrrroubadogrrrrrrrOsóriogrrrrrrrrladrãogrrrrrrrrmáfia, entretanto, Ramon não permitiu. Poucos minutos depois, ele quis mostrar para Mendes como se é expulso direito: uma solada no meio da canela do adversário, numa disputa por nada no meio campo. Saiu como um machão, mas como todas as demonstrações de macheza, esta foi uma burrice.

10 de cada lado, tudo equilibrado de novo, mas levamos desvantagem. Em primeiro lugar porque o velho Mendes não joga mais tanto quanto o nosso meia. Depois, e principalmente, porque Ramon tinha uma função muito mais importante para nós que o centroavante para eles. Tava na cara que o Bahia seria obrigado a fazer 02 substituições no 2º tempo. Tiraria um dos atacantes para colocar outro mais rápido. Como não tínhamos outra opção, era óbvio que entraria Zezinho. Depois o outro atacante cansaria e seria substituído por Rafael Gladiador.

O primeiro tempo terminou sem graça. Pensei em olhar na internet o placar do jogo dos vices , mas o google devia estar com defeito, pois não encontrei nada. Melhor aguardar o segundo tempo. Começou e fomos para cima! Marcos roubou uma bola na direita e ficou sozinho com o goleiro. Sozinho, não! Ele pela direita, o goleiro na frente e Souza pela esquerda. Era só rolar pro lado que o coleguinha ficava com o gol vazio. Jogada de Wining Eleven, Marcos! Aperta o “x”, zorra!

Infelizmente, ele preferiu apertar o quadrado e chutar direto. Souza ficou tão contente, mas não contente, que não conteve os pulos de satisfação! Mas, o lateral até que pegou uma outra manha do videogame e passou a roubar uma bola atrás da outra, em passes errados dos adversários. Para nosso lamento, nunca fazia o gol, ou dava o passe certo. Aliás, Marcos é um jogador curioso. Se ele pega uma bola na defesa, com 4 adversários, em volta, sempre se sai bem, com muita habilidade. Quando chega no ataque e está no mano a mano, sempre se enrola.

As substituições vieram exatamente como eu previ ( não tenho testemunhas, mas previ mesmo, rapaz!). Entraram Zezinho no lugar de Robert e Rafael no de Souza. Perdemos várias chances. Os paraenses também mudaram. Entrou Zé Augusto, uma espécie de Fenômeno do Norte, principalmente pela esbelta silhueta.

Aos 46, o Gladiador ficou na cara, mas o goleiro defendeu. Faltou explicar outra coisa que se aprende no futebol virtual, o 0 x 0 fora de casa é ruim, pois se na volta os caras fazem 1 golzinho, o empate já é deles. Fim de jogo. Deu tempo de vibrar com o Ceará e com o Santa Cruz, que venceram seus jogos.

Aliás, vendo o Santa, tricolor pernambucano, derrotando o tricolor paulista, percebi o que mais fez falta nesta partida. Eu estava sozinho, quando meu hino já diz que nós somos da TURMA tricolor. Assim, convido meus amigos Robinho, Magrão e Léo, os caras com o nome aí do lado, para exercerem o dever cívico e começarem a escrever por aqui. É a minha turma! Se seu nome não está aí, não tem problema, mande brasa nos comentários, que a turma aumenta! No jogo de volta, eu quero pelo menos 4×0, um gol pra cada blogueiro daqui.

Boas vindas a todos! Nasci aqui mais um espaço para conversar sobre o melhor time do universo. Vamos discutir, respeitando todo mundo, exceto os timinhos fuleiros que nunca foram campeões brasileiros.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Uncategorized

One Comment em “Nasceu!”

  1. Leotbahia Says:

    Mas tinha que começar por aquele que teve a idéia de montarmos esse glorioso espaço dedicado ao ESQUADRÃO DE AÇO. Agora referindo-se ao jogo de ontem, eu acho que o Atlético de alagoinhas deve está num nível maior que o do campeonato paraense, pois lá Mendes já fez 9 gols e aqui só brocou um. Realmente o nossos volantes estavam bem arrumados, e acho que Boquita (não pensem outras coisas) cravou um lugar no time. Nosso ataque é o setor que mais carece de qualidade e Rafael Gladiador tem que ser titular. Já percebi que entender o futebol de Marcos é algo muito complicado, faz um golaço de esquerda um dia e perde 3 gols de cara no outro com a perna de ofício. Mas galera pode ficar tranquila porque em Pituaço nós vamos papar o Paysandivis.

    Saudações Tricolores


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: