Archive for the ‘Uncategorized’ category

Trem das Sete

10 de abril de 2011

Bem, amigos da turma tricolor. A segunda fase do baianinho está acabando e, após a derrota do esquadrão para o Atlético de Alagoinhas (que comprovou ser melhor que o Payssandu, como eu antecipara no post anterior), tudo indica que o campeonato baiano será decidido em Feira de Santana. O xará de Feira deve terminar em primeiro lugar do grupo, o que nos obrigará a despachar o vice para o lixão, antes do previsto, já na semi-final.

Considerando que vamos ser campeões baianos novamente, eu já penso é na série A. Deste modo, utilizei meu saber futebolístico e analisei friamente o nosso elenco, para sugerir quem deve continuar e quem deve desistir. Vejam se não tenho razão e avisem para Marcelinho!

Goleiros:

Omar (21 anos)- É alto e seguro, mas sai mal do gol. Para mim, ainda não estará pronto para ser titular, na série A, até corrigir esta deficiência.

(POR MIM, FICARIA).

Tiago (27)- Contratado para ser titular, não foi aprovado. Além disto, virou bode expiatório para a torcida. (POR MIM, VAI EMBORA).

George (19)- É o terceiro goleiro, por isto nunca joga. (POR MIM, FICARIA).

Laterais Direitos.

Marcos (21)-É um mistério. Rápido, raçudo e habilidoso, sempre particpa muito das partidas. Entretanto, cruza mal e parece se afobar, na hora do último passe. Para mim, seria, no máximo reserva. (TALVEZ, COM BOA VONTADE, FICASSE, MAS NO BANCO).

Jancarlos (27)-Não joga, desde o ano passado, quando se contudiu. Naquela época, vinha bem, principalmente nas bolas paradas. Será que voltará no mesmo nível? (COMO VOU SABER?).

Zagueiros

Titi (23) – Tem comandado a defesa. Merece permanecer no time. (POR MIM, FICARIA, COMO TITULAR).

Thiego (24)- Bastante irregular, alterna bons desarmes, com falhas grotescas. Não tem dado segurança, para ser titular. (POR MIM, FICARIA).

Nem (31) – Sabe se posicionar, porém, desde o ano passado já demonstrava ter perdido velocidade. Bom jogador, mas aparentemente, sem físico para o brasileirão. (TALVEZ, COM BOA VONTADE, FICASSE, MAS NO BANCO).

Luizão (24) – Não convenceu nas partidas em que atuou. (POR MIM, VAI EMBORA).

Dani Morais (25)- Ainda não jogou. (COMO VOU SABER?).

Laterais Esquerdos.

Ávine (23)- Craque! Seleção! (POR MIM, FICARIA, COMO TITULAR).

Dodô (19) – Talentoso, superou as vaias dos primeiros jogos. É um bom reserva. (POR MIM, FICARIA).

Volantes

Marcone (23)-Entra a sai treinador, mas ele não sai do time. Não é porque é protegido, mas porque é o melhor na posição. Ainda assim, é pouco para ser titular no brasileirão, a menos que tenha um companheiro com bom poder de marcação. (POR MIM, FICARIA).

Boquita (21)- Não tem rendido bem, mas tem boa técnica. Acho que vale apostar mais nele. Melhorando a marcação, é possível que atinja o nível necessário para a titularidade. (POR MIM, FICARIA).

Helder (26) – Bom passe e boa proteção de jogo, peca por demorar demais a soltar a bola. Corrigindo isto, pode até ser titular. (POR MIM, FICARIA).

Rafael Jataí- Volante de marcação, não teve boas atuações. (POR MIM, VAI EMBORA).

Mosquera (22)- Ainda não jogou. (COMO VOU SABER?).

Meias

Ramon (22)- Excelente visão de jogo e passes precisos. É o detaque da equipe, no primeiro semestre. (POR MIM, FICARIA, COMO TITULAR).

Tressor Moreno(31) – O colombiano tem ótimo passe, mas o preparo físico está muito ruim. Se não ganhar explosão muscular, não agüenta o rojão. ( TALVEZ, COM BOA VONTADE, FICASSE, MAS NO BANCO).

Camacho (21)- Me parece o jogador habilidoso, mas sem a visão necessária, para aproveitar isto. Eu não manteria. (POR MIM, VAI EMBORA).

Murício (20) – Divisão de base. Tem bom passe e protege bem a bola. Pode ser reserva. (POR MIM, FICARIA).

Magno (22) Não jogou ainda. (COMO VOU SABER?).

Lulinha (21) Não jogou ainda. (COMO VOU SABER?).

Atacantes

Zezinho (19)- Veloz e driblador, precisa melhorar a finalização e ser menos fominha. Eu apostaria mais nele, mas não sei se como titular. (POR MIM, FICARIA).

Souza (29) – É centroavante, sabe se posicionar e finaliza bem. É difícil julgá-lo, pois, pelo seu estilo, precisa de um time que crie oportunidades e o Bahia não vem colaborando muito. Manteria no elenco, talvez até como titular. (POR MIM, FICARIA).

Robert (30) – Sempre teve velocidade e boa finalização, mas parece estar muito mal fisicamente. Em forma, seria fantástico, mas não apostaria nisto. (POR MIM, VAI EMBORA).

Rafael (18) – Acho que ainda não está pronto, mas evolui muito depressa. Boa aposta! (POR MIM, FICARIA).

Jones (22) – Esforçado, driblador, fez boas partidas, mas não o vejo ainda na série A. ( TALVEZ, COM BOA VONTADE, FICASSE, MAS NO BANCO).

Bruno Paulo (21)- Teve chances e não foi bem. (POR MIM, VAI EMBORA).

Pedro Beda (22)- Também teve chances e não foi bem. (POR MIM, VAI EMBORA).

Gabriel (21)- Veloz e versátil, deve ficar no elenco, mas ainda não está pronto. (POR MIM, FICARIA).

Maranhão (21) – Muito ligeiro e driblador, tem grave deficiência na finalização. (POR MIM, FICARIA).

Resumo da Ópera.

O Bahia pode trazer um goleiro, mas não é uma emergência. É preciso contratar mais um lateral direito. E é emergência! Caso Dani Morais agrade, não há porque contratar para a zaga. Os laterais esquerdos estão bem. É difícil acreditar que tanto Helder, quanto Boquita evoluam neste ano, por isto, é preciso trazer um “segundo volante”. Também é necessário um outro mais marcador, porém, um que finalmente seja melhor que Marcone.

Faltam um ou dois armadores. Tudo vai depender do desempenho de Lulinha. Pelo menos um deles, precisa de mais velocidade. Na frente, um atacante rápido e, talvez, um centroavante são necessários. Os reforços não precisam ser contratados, podem ser os garotos da base, com Madson e Fábio, mas algum já está maduro para atuar na elite?

Total de jogadores avaliados: 32

Mantidos, com certeza:16

Dispensados, com certeza: 07

Na porta da rua: 04

Não tenho opinião: 05

Reforços solicitados: De 05 a 08.

E você. O que acha? Quem vai ficar e quem vai partir?

Anúncios

Nasceu!

31 de março de 2011

30 de março, passados 04 meses de pré-temporada, o Bahia encara o seu primeiro verdadeiro desafio em 2011. Depois de enfrentar os valentes times do interior baiano, heróicos sergipanos e uma inexpressiva equipe soteropolitana, chegou a hora de ficar frente a frente com um clube que, se não foi campeão nacional, pelo menos já disputou uma libertadores: o grande Payssandu!

Preparei minha coca geladinha, minha pringles super apimentada e me acomodei confortavelmente no sofá. Não deu pra ir à Belém, portanto restou  a transmissão da Globo. Quando o baba começou, ficou claro que o esquadrão de aço era muito superior. Na verdade, até o Atlético de Alagoinhas me pareceu superior à equipe paraense (não que isto seja um demérito, afinal, não é à toa que o Atlético reina sobre todas as equipes de Catu, Pojuca e região).

Nossos volantes estavam bem. Estou impressionado com a evolução de Helder. Parece que foi uma boa aposta da diretoria. Mas, Ramon, o nosso meia mais avançado, estava um pouco sumido. Aliás, não posso concordar com o seu novo penteado. Pra que, cortou, velho! As trancinhas ajudavam muito a sua identificação em campo, eram uma marca registrada. “Pô! Aquele Bob Marley joga pra caralhamba”! Agora não, é um cara comum. Precisamos aguardar que solte um passe no capricho pra ter certeza que é ele.

Sem a inspiração do ex-cabeludo, o  jogo seguia sem graça, até que no meio do primeiro tempo, o Payssandu resolveu nos ajudar. Confusão na área e o centroavante Mendes, filho do Sílvio, pediu para ser expulso ao agredir violentamente o nosso frágil e mirrado zagueiro Titi. Aquele brutamontes meteu a mão na cara do anoréxico beque, sem dó nem piedade! Tudo bem, não foi um soco, só um leve tapinha. Lembrou os nobres do século XVII, com suas luvas, desafiando uns aos outros para animados duelos, após o chá das cinco. Mas, o juizão não quis saber! Os duelos estão proibidos! Pro chuveiro!

Eu já pensava em como seria divertido ouvir os comentários dos sem estrela amanhã: grrrrrrrrroubadogrrrrrrrOsóriogrrrrrrrrladrãogrrrrrrrrmáfia, entretanto, Ramon não permitiu. Poucos minutos depois, ele quis mostrar para Mendes como se é expulso direito: uma solada no meio da canela do adversário, numa disputa por nada no meio campo. Saiu como um machão, mas como todas as demonstrações de macheza, esta foi uma burrice.

10 de cada lado, tudo equilibrado de novo, mas levamos desvantagem. Em primeiro lugar porque o velho Mendes não joga mais tanto quanto o nosso meia. Depois, e principalmente, porque Ramon tinha uma função muito mais importante para nós que o centroavante para eles. Tava na cara que o Bahia seria obrigado a fazer 02 substituições no 2º tempo. Tiraria um dos atacantes para colocar outro mais rápido. Como não tínhamos outra opção, era óbvio que entraria Zezinho. Depois o outro atacante cansaria e seria substituído por Rafael Gladiador.

O primeiro tempo terminou sem graça. Pensei em olhar na internet o placar do jogo dos vices , mas o google devia estar com defeito, pois não encontrei nada. Melhor aguardar o segundo tempo. Começou e fomos para cima! Marcos roubou uma bola na direita e ficou sozinho com o goleiro. Sozinho, não! Ele pela direita, o goleiro na frente e Souza pela esquerda. Era só rolar pro lado que o coleguinha ficava com o gol vazio. Jogada de Wining Eleven, Marcos! Aperta o “x”, zorra!

Infelizmente, ele preferiu apertar o quadrado e chutar direto. Souza ficou tão contente, mas não contente, que não conteve os pulos de satisfação! Mas, o lateral até que pegou uma outra manha do videogame e passou a roubar uma bola atrás da outra, em passes errados dos adversários. Para nosso lamento, nunca fazia o gol, ou dava o passe certo. Aliás, Marcos é um jogador curioso. Se ele pega uma bola na defesa, com 4 adversários, em volta, sempre se sai bem, com muita habilidade. Quando chega no ataque e está no mano a mano, sempre se enrola.

As substituições vieram exatamente como eu previ ( não tenho testemunhas, mas previ mesmo, rapaz!). Entraram Zezinho no lugar de Robert e Rafael no de Souza. Perdemos várias chances. Os paraenses também mudaram. Entrou Zé Augusto, uma espécie de Fenômeno do Norte, principalmente pela esbelta silhueta.

Aos 46, o Gladiador ficou na cara, mas o goleiro defendeu. Faltou explicar outra coisa que se aprende no futebol virtual, o 0 x 0 fora de casa é ruim, pois se na volta os caras fazem 1 golzinho, o empate já é deles. Fim de jogo. Deu tempo de vibrar com o Ceará e com o Santa Cruz, que venceram seus jogos.

Aliás, vendo o Santa, tricolor pernambucano, derrotando o tricolor paulista, percebi o que mais fez falta nesta partida. Eu estava sozinho, quando meu hino já diz que nós somos da TURMA tricolor. Assim, convido meus amigos Robinho, Magrão e Léo, os caras com o nome aí do lado, para exercerem o dever cívico e começarem a escrever por aqui. É a minha turma! Se seu nome não está aí, não tem problema, mande brasa nos comentários, que a turma aumenta! No jogo de volta, eu quero pelo menos 4×0, um gol pra cada blogueiro daqui.

Boas vindas a todos! Nasci aqui mais um espaço para conversar sobre o melhor time do universo. Vamos discutir, respeitando todo mundo, exceto os timinhos fuleiros que nunca foram campeões brasileiros.